Notícias

ELEIÇÕES 2022

FASUBRA entrega Plataforma Programática e Eleitoral ao candidato Lula

Data de Publicação: 25/08/2022

Em 18 de agosto a FASUBRA Sindical, entidade que representa a categoria técnico-administrativa em esfera nacional, entregou a proposta de plataforma política ao candidato e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O encontro aconteceu em Belo Horizonte/MG. Além da entrega da pauta de reivindicações, a Diretoria Nacional da FASUBRA solicitou ao candidato uma reunião com as entidades dos Serviço Público Federal, além da retomada da Mesa Nacional de Negociação Permanente.

O SINTUFS aprovou apoio à candidatura de Lula em Assembleia Geral da categoria, ocorrida no final de junho, seguindo orientação da federação. Para a FASUBRA é urgente defender a democracia, o serviço público e eleger Lula já no primeiro turno.

Entre as propostas do documento estão:

 Revogação da Emenda Constitucional 95;

 Revogação da Reforma Trabalhista;

 Revogação da Reforma da Previdência;

 Não à Reforma Administrativa (PEC32);

 Por uma reforma tributária que torne o sistema mais justo e progressivo, com taxação de lucros e dividendos, grandes fortunas e desoneração do salário;

 Defesa da Educação gratuita e de qualidade, como direito público social de todos os cidadãos e cidadãs, responsabilidade do Estado;

 Implementação do “Projeto Universidade Cidadã para os Trabalhadores”;

 Exclusividade dos recursos públicos para instituições públicas oficiais;

 Defesa da Autonomia Universitária, em todas as instituições públicas de ensino

Superior;

 Abertura imediata de concursos públicos, via RJU, para recomposição do quadro de servidores;

 Fim de intervenções do Ministério do Economia e de órgãos de controle;

 Revogação da Reforma do Ensino Médio e ampla discussão nacional sobre a crise do Ensino Médio, para garantir oportunidades efetivas para a Juventude, com educação de qualidade;

 Imediata recomposição orçamentária das instituições federais de ensino;

 Defesa da democratização das universidades, no acesso, gestão e permanência estudantil;

 Defesa da manutenção das políticas de cotas sociais e raciais;

 Defesa do PNE;

 Defesa do Fundo Social do Pré-sal com destinação a saúde e a educação;

 Pela revogação da Lei que criou a EBSERH;

 Pela paridade entre ativos e aposentados;

 Não ao pagamento da Dívida Externa;

 Auditoria da dívida pública.

A Direção Nacional da FASUBRA informa ainda que nos próximos dias atualizará a plataforma, frente aos novos elementos da conjuntura acrescentando alguns pontos, como a defesa da democracia. A FASUBRA também encaminhará a plataforma aos demais candidatos do campo da esquerda, conforme deliberado na plenária.

Com informações de FASUBRA SINDICAL

Imagem: Ricardo Stuckert