Notícias

ELEIÇÕES DO SINTUFS

ASSEMBLEIA DEFINE COMISSÃO ELEITORAL DO SINTUFS

Data de Publicação: 01/11/2018

Categoria analisa quadro político nacional, define ações para o próximo período, repudia ataques e mobiliza UFS para homenagem a Paulo Freire

A resistência segue brotando do asfalto. A primeira manhã de novembro acolheu mais uma assembleia geral extraordinária dos servidores técnico-administrativos da UFS. Reunidos no auditório da Didática 6, no Campus Aloisio Campos, os servidores avaliaram a conjuntura política nacional, o segundo turno do processo eleitoral para a Presidência da República, as ameaças e as composições tenebrosas apresentadas pelas primeiras declarações de Jair Bolsonaro (PSL).

 A assembleia também escolheu a Comissão Eleitoral que conduzirá o pleito da nova Coordenação Executiva do Sintufs, que deve assumir a gestão 2019/2020. As colegas Maria Aparecida Vieira Souza e Carolina Sampaio de Sá assumiram, respectivamente, a Presidência e a Secretaria da comissão. Vitor Amorim, Sueli Pereira e Sheila Andreia dos Santos compõem o restante do colegiado.  Todo o processo eleitoral deverá ocorrer no mês de novembro, o Estatuto da categoria prevê o prazo de 30 dias, a partir da escolha da Comissão Eleitoral, para a finalização de todo o pleito que definirá a nova Coordenação Executiva do sindicato. Os prazos para inscrição de chapa serão enviados nos próximos dias, os interessados devem ficar atentos aos comunicados no site e demais redes sociais do Sintufs.

REPUDIAR É PRECISO

A plenária aprovou moção de repúdio aos ataques sofridos por professores esta semana em Santa Catarina, quando foram surpreendidos por dois policiais à paisana em assembleia da categoria, e ao Decreto N º 9546 de 30 de outubro de 2018, que pretende excluir a previsão de adaptação das provas físicas para candidatos com deficiência no serviço público, além do estágio probatório. Este decreto representa um retrocesso na luta para a inclusão de Pessoas Com Deficiência (PCD) nas instituições e repartições públicas brasileiras. A Coordenação Executiva do Sintufs encaminhará o decreto para apreciação da assessoria jurídica do sindicato e da Fasubra, a fim de averiguar a legalidade do documento e, ato contínuo, encaminhar os procedimentos para a sua supressão.

DOUTOR PAULO FREIRE

A assembleia também decidiu por mobilizar a categoria e a comunidade acadêmica da UFS para a sessão solene que concederá oficialmente o título de Doutor Honoris Causa ao educador Paulo Freire, intelectual reconhecido internacionalmente por seus trabalhos e formulações em busca da construção de uma educação crítica, libertadora e democrática. A atividade ocorrerá na próxima quarta-feira (7) na Sala dos Conselhos da Reitoria às 19h.