Notícias

Ato Público

Sintufs realiza ato contra ataque do Ministério do Planejamento

Data de Publicação: 05/02/2019

Ação foi deliberada em assembleia, categoria organiza panfletagens e aula pública contra Reformas do Governo, contra Instrução do MPDG e pelo avanço das 30 horas semanais

O Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da Universidade Federal de Sergipe – Sintufs, realiza na manhã desta quarta-feira (6) uma série de ações de diálogo e combate à Instrução Normativa 02/2018, pelo avanço da flexibilização de jornada para 30 horas semanais para todos os setores da categoria e contra a Reforma da Previdência do Governo Bolsonaro.

A entidade organiza uma panfletagem nas entradas do Campus Aloísio Campos, em São Cristóvão, no intuito de dialogar com a comunidade acadêmica, e organiza uma aula pública às 9h no Auditório da Geografia - CECH 2. A ação foi aprovada em assembleia da categoria realizada no dia 25 de janeiro.

IN 02 2018

Publicada em setembro do ano passado pelo Ministério de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), a Instrução Normativa 02/2018 prevê uma série de ataques à categoria, tais como fim da liberação para atividades sindicais, limite de atestado médico e controle de ponto centralizado no Ministério. A instrução também ataca frontalmente a autonomia da Universidade em gerir suas próprias diretrizes a partir de seus fóruns de deliberação, constituindo um ataque à democracia na comunidade acadêmica.

30 HORAS

Conquista da paralisação da categoria em 2014, a flexibilização de jornada para 30 horas semanais vem trilhando um longo caminho para sua implementação real em todos os setores da Universidade Federal de Sergipe. Ao longo dos anos, a Comissão Permanente de Flexibilização de Jornada (CPFJ) formada pela instituição para tratar do assunto, vem percorrendo uma série de medidas, audiências com o Ministério Publico Federal (MPF) que se posiciona favorável à medida. Além do benefício na redução da jornada, a medida proporciona a melhoria de serviços para toda a comunidade acadêmica com a abertura de departamentos e setores no horário do almoço, dentre outras vantagens.  Cerca de 10% da categoria já conta com a jornada flexibilizada, número considerado ínfimo para a Coordenação Executiva do Sintufs.

Texto alterado às 16h para alteração do local da aula pública

Arquivos para download