Notícias

NOTA DE REPÚDIO

POR UMA EDUCAÇÃO SEM MORDAÇA

Data de Publicação: 15/04/2019

Nota de repúdio à detenção da professora Camila Marques, do Instituto Federal de Goiás

A Coordenação Executiva do Sintufs vem por meio desta repudiar a detenção de Camila Marques, professora do Instituto Federal de Goiás IFG e coordenadora geral do Sinasefe em Águas Lindas (GO), sob alegação de “desacato”.  

Na manhã desta segunda-feira (15), a professora foi detida no Campus da IFG por filmar uma suposta operação da Polícia Civil que – solicitada pelo diretor do Campus - averiguava “denúncias de atentado”, como ocorrido na cidade de Suzano/SP no início do ano. De acordo com a versão da professora, ao questionar a ação que pretendia levar três estudantes do IFG sem qualquer comunicado à instituição a professora foi algemada na frente dos alunos, teve o celular apreendido, contato com a assessoria jurídica do Sindicato negada e, não fosse o bastante, conduzida em uma viatura descaracterizada para a Delegacia Civil de Águas Lindas.

A abordagem truculenta dos policiais machucou o pulso da professora, que foi encaminhada para uma Unidade de Saúde ainda algemada. Ela só teve direito a contatar o advogado do Sindicato quando esteve sob a presença do delegado responsável, mesmo assim sob uma série de agressões verbais e tentativas de coerção. A professora só foi liberada por volta das 13h15. 

O Sintufs entende a detenção da professora como um ataque frontal ao ensino público, ao direito de acesso à defesa, às prerrogativas do ensino público crítico, reflexivo e socialmente referenciado e da autonomia dos Campus da Educação Pública Federal. É inaceitável que uma diligência policial tenha acesso espaço do Campus para coagir, intimidar e deter estudantes, servidores e professores desta forma. Em tempos de ameaças como o projeto de lei “Escola Sem Partido”, derrotado no Congresso em 2018, ações como esta merecem o rechaço de toda a comunidade acadêmica brasileira, a fim de não criar maiores precedentes para ações persecutórias junto ao ambiente escolar.

São Cristóvão, 15 de abril de 2019

Coordenação Executiva do Sintufs

Gestão “Somos a Resistência” (2019-2020)